quinta-feira, 4 de junho de 2015

CHILE 3 - VALPARAÍSO E VINA DEL MAR


FOTO 1: Valparaíso vista da Casa do Poeta Neruda 1 – La Sebastiana


ODE A VALPARAÍSO (NERUDA)
Valparaíso,
qué disparate
eres,
qué loco,
puerto loco,
qué cabeza
con cerros,
desgreñada,
no acabas
de peinarte,
nunca
tuviste
tiempo de vestirte...

FOTO 2: Valparaíso vista da Casa do Poeta Neruda 2 – La Sebastiana.

1.       INTRODUÇÃO

Valparaíso é a capital cultural, a sede do Congresso e o principal porto do Chile. É a terceira cidade mais populosa do Chile e fica a cerca de 140 km ao norte de Santiago. A Grande Valparaíso é formada pelas comunas (governos locais) de Valparaíso, Vina del Mar, Concón, Quilpué e Villa Alemana. Valparaíso possui cerca de 300 mil habitantes e a região abriga uma população de quase um milhão de pessoas. Seus habitantes se chamam portenhos (porteño) como em Buenos Ayres.

Vina del Mar (cerca de 15 km de Valparaíso) e as cidades costeiras próximas (como Renaca e Concon, ao norte de Vina) são as praias preferidas dos habitantes de Santiago.

FOTO 3: Vina del Mar é o oposto de Valparaíso, um balneário clássico, organizado e cheio de verde.

Valparaíso é charmosa e surpreendentemente espontânea, cultural e inovadora com seus cerros de ocupação “caótica” e colorida, com caminhos íngremes e sinuosos que não, necessáriamente, estão articulados. Tudo pode parar em uma escadaria ou, inesperadamente, em um pátio ou em um terraço com uma vista estupenda para o oceano Pacífico.

FOTO 4: Visão Serial 1: Em Valparaíso tudo pode terminar em uma escada...
 FOTO 5: Visão Serial 2: ...ou em um Pátio...

FOTO 6: Visão Serial 3: ...com uma vista estupenda para o mar.

Toda a beleza inusitada de Valpo (o diminutivo de Valparaíso) tem consquistado poetas, pintores e filósofos, que foram por ela inspirados e dedicaram poemas e obras a esta cidade. Neruda era apaixonado por esta cidade e lhe dedicou uma homenagem: Oda a Valparaíso (trecho que inicia esta postagem).

Veja a ode completa e mais poemas sobre Valparaíso em:

 http://leportdevalparaiso.voila.net/poemas.html

Foto 7: Arte de Rua está presente em toda cidade como no bairro El Puerto.

A história do Chile está diretamente ligada ao porto de Valpo que tem suas origens em 1536.

Durante o período colonial espanhol, a cidade foi a porta de saída dos produtos latino-americanos para a Espanha.

Nos tempos gloriosos (1848-1914), a cidade tornou-se um importante centro comercial para toda a costa do Pacífico. Grande número de imigrantes, principalmente do Reino Unido, Alemanha e Itália imprimiram uma marca singular na cultura e arquitetura da cidade.

Foto 8 – Arco Britânico, no bairro Almendral, um presente da Colônia Britânica à cidade de Valparaíso.
Mas, no século 20, as coisas mudaram, com a abertura do Canal do Panamá e com o Terremoto em 1906, que destruiu a maior parte dos edifícios. A reconstrução resultou nas atuais características urbanas e permitiu o alargamento das ruas e criação de grandes avenidas, no bairro do Almendral.

FOTO 9: Plaza Victoria no bairro Almendral, parte reconstruída da Cidade.

Na segunda metade do século passado o declínio se acentuou e boa parte do patrimônio foi destruído. Somente nos meados de 1990, começa um movimento de recuperação do patrimônio.

Hoje,  a cidade ocupa lugar importante na exportação dos produtos do Chile.

Valparaíso é a capital legislativa do Chile desde 1990, além de ser a sede do Comando da Armada do Chile, do Serviço Nacional de Aduanas e do Conselho Nacional de Cultura e Artes. Foi capital cultural em 2003. A área histórica da cidade é declarada patrimônio mundial da humanidade pela UNESCO, desde 2003.

FOTO 10: Área do cerrro Concepción, um dos mais turísticos, mostrando os diversos planos e vistas.
Fundación Valparaiso  teve um papel importante no trabalho de recuperação e renascimento da cidade como patrimônio cultural e turístico.



2.       COMO CHEGAR A VALPARAÍSO E VINA DEL MAR?


Os ônibus das companhias TurBus e Pullmann partem de Santiago a cada 15 minutos (Terminal Alameda), e levam cerca de 1h30 até Valparaíso. Se você for de carro, pegue a Ruta CH-68, uma via em ótimas condições de conservação. De Valparaíso você pode explorar o litoral norte (Viña, Reñaca, Zapalla) e também visitar a Isla Negra (uma hora para o sul) onde está a mais bonita das casas de Pablo Neruda.

De ônibus você chega a estação rodoviária no bairro de Almendral, a alguns quilômetros do Centro Histórico. Melhor pegar um taxi se quiser ir ao Centro Histórico.

Valparaíso e Vina del Mar del Mar são vizinhas e conurbadas. Estão conectadas pelo sistema de transporte público: ônibus e metrô. São apenas 15 km entre os dois centros, que podem ser percorridos em cerca de 15 minutos pelo metrô e cerca de 30 minutos por ônibus.

A principal via de acesso à Vina é a Avenida España, continuidade da Avenida Errázuriz, primeira avenida paralela à beiramar.

FOTO 11: Os eixos paralelos ao Mar: a linha do metrô e a Avenida Errázuriz que segue até Vina del Mar.

Devido a declividade muito acentuada do sítio onde foi implantado a cidade, os elevadores, além da importância histórica e turística, tem a função de ligar a cidade baixa – O Plano com a parte alta - os Morros – Cerros. São quinze elevadores (ascensores), alguns do século 19, declarados patrimônios históricos da nação.

Do leste para o oeste, podemos identificar os principais “ascensores” (funiculares) e os cerros que eles acessam.

FOTO 12: Os elevadores tem a funçâo de ligar a parte baixa (el Plano) à cidade alta (cerros). O elevador Concepción (1883), o mais antigo da cidade, é tombado como patrimônio histórico nacional.

Cerro Bella Vista:  Ascensor Espiritu Santo (Museu a Ceu Aberto) – Plaza Victoria/Simon Bolivar
Cerro Carcel: Ascensor Reina Victoria
Cerro Concepción/Cerro Alegre: Ascensor Concepción e Ascensor El Peral (Paseos Atkinson, Gervasoni, Yugoeslavo)
Cerro Cordillera e Cerro Santo Domingo : Ascensor Cordillera (a oeste da Plaza Sotomayor).
Cerro Artilleria: Ascensor Artilleria (Plaza Aduana).

Quer conhecer mais sobre os elevadores (ascensores) da cidade?


Outro meio de transporte, também antigo, mas limitado a um curto circuito no Plano, é o trólebus. Vale a pena utilizá-lo para ter acesso aos pontos de subida dos ascensores, ao Almendral e ao El Puerto.

Valparaíso também tem metrô que corre ao longo da ferrovia metropolitana (ao longo da borda do mar) que faz a ligação com as cidades de Viña del Mar, Quilpué, Villa Alemana e Limache.

FOTO 13: Elevador Espiritu Santo, que liga a Plaza Victória, no Almendral ao Cerro Bella Vista, onde fica a casa do poeta Neruda.

3.       COMO SE ORIENTAR E CIRCULAR?

A cidade se limita a oeste com o Oceano Pacífico; a norte com Viña del Mar; a leste com Quilpué e ao sul com Casablanca.

O conjunto urbano é formado por um labirinto gigante de ruas, ruelas, caminhos, escadas e miradores.

Valparaíso é um desafio até para os cartógrafos e especialistas em mapas. Não é uma cidade fácil de se orientar. Mas, não se preocupe pois os ascensores serão seu principal meio de transporte, além de suas pernas, e levarão você até o topo dos morros. Para se orientar, basta associar os elevadores aos cerros.

FOTO 14: Casas superpostas no cerro Cordillera.

Valparaíso é uma cidade de duas partes: o Plano e o conjunto dos Cerros (morros). O Plano é uma estreita faixa de terra que tem como limite o mar, onde funciona a principal área comercial que é bastante congestionada e o Porto.  Os  quarenta e dois cerros (morros), com declividades bastante acentuadas, estão debruçados sobre o Plano.

A maior parte das avenidas, no plano, corre no sentido leste-oeste, paralela a borda do mar. Uma das primeiras avenidas, a partir da borda da praia é a Avenida Errázuriz, que se integra com a Avenida  España em direção à cidade de Viña del Mar.

FOTO 15: Uma estreita faixa de terra que tem como limite o mar (a oeste) e os morros (a leste).  A avenida Errázuriz na Plaza Aduana segue até Vina del Mar.

Outras avenidas importantes são: Independência e Pedro Montt que levam você até à Estação Rodoviária, no bairro de Almendral.

Nem sempre é possível chegar de carro até os morros, Mas, algumas vias podem ser utilizadas para chegar mais próximo, como a Avenida Alemania que delimita os morros centrais e a avenida Almirante Montt e Urriola que vai do Plano até os morros do Cerros Concepción e Alegre. Da praça Anibal Pinto, a via Cumming leva você ao Bairro da Bellavista.

FOTO 16: Casas coloridas como no Cerro Concepción é uma das características de Valparaíso.
O onibus local  chamado bus O (micro O ou micro 612) faz um percurso pelas vias estreitas e íngremes da cidade. Você pode pegá-lo em frente ao Congresso Nacional ou em outros pontos ao longo da cidade.

A rota do elétrico (trolley) é curta, mas pode ser uma boa opção no Plano, indo da Plaza Victoria até a Plaza Aduana.

4.       INFORMAÇÕES TURÍSTICAS

Você encontra um posto de informações turísticas (Oficina Turística) na Area Portuária - Muelle Prat, a borda do mar, próximo da Plaza Sotomaior. Também tem uma oficina no terminal de ònibus, além de outros locais.

Fontes:
Ciudad de Valparaíso www.ciudaddevalparaiso.cl
Prefeitura: www.municipalidaddevalparaiso.cl

FOTO 17: Embarcações coloridas no Muelle Prat, El Puerto, no fim de tarde.

5.       CULTURA E GASTRONOMIA

A cidade possui cinco universidades e uma atividade cultural bem marcante, com destaque para vários museus como Museu Municipal de Belas Artes, o Museu do Mar Lord Thomas Cochrane, a Galeria Municipal de Arte Valparaíso, o Museu Naval e Marítimo, o Museu de História Natural e a Casa Museu La Sebastiana.

No Bairro Concepción se encontram vários hóteis e pousadas, bem como os melhores restaurantes da cidade. Há dezenas de opções para todos os gostos.

FOTO 18 - Restaurante típico no Mercado Puerto, próximo a praça Sotomayor, bairro El Puerto.
Uma outra opção de almoço popular é o Mercado Puerto, no Barrio El Puerto que reune 5 marisquerias e oferece como especialidades os mariscos, pescados e empanadas. Não deixe de experimentar  o Caldillo de Congrio. Tem até uma ode a este prato escrita por Neruda.


Um dos melhores e baratos restaurantes em Valparaíso.

A cerveja local Del Puerto é uma ótima opção para acompanhar.

FOTO 19: Prato delicioso de Caldillo de Congrio, uma das especialidades chilenas, degustado com a cerveja local de Valparaíso, no Mercado Puerto.

Os eventos culturais mais importantes de Valparaíso são os Carnavales Culturales e o Año Nuevo en el Mar, festa no dia 31 de dezembro com fascinantes espetáculos de fogos de artifícios. O poeta Neruda não perdia esta festa e até criou um terraço especial em sua casa para apreciar os fogos das festas do Ano Novo.


6.       ROTEIRO E PRINCIPAIS ATRATIVOS DE VALPARAÍSO

O ideal é deixar um fim de semana completo para visitar rapidamente Valparaíso e Vina del Mar. Se você tem apenas um dia, recomendo passar a noite em Valparaíso para melhor aproveitar o dia. Pela manhã você pode passear pelo Plano (pegue o Troley e faça um percurso pelo Plano) e subir o Cerro Cordillera, visitando o Paseo 21 de Mayo e o Museu Naval. A seguir,  almoce  no bairro El Puerto, de preferência frutos do mar. A tarde siga direto para o cerro Bellavista e visite a casa museu de Neruda. Depois, visite os cerros Concepción e os Miradores Paseos Atkinson, Gervasoni e Yugoeslavo e entre no Palácio Baburizza. Bem, se ainda sobrar tempo, curta o por-do-sol e escolha um lugar bem aconchegante para jantar no Cerro Concepción. Depois pegue o ônibus de volta para Santiago.

A cidade tem bonitas edificações e alguns museus, mas o melhor de Valparaíso é caminhar e desfrutar das surpresas que ela lhe oferece. A ajuda dos 15 ascensores (funiculares), construídos entre 1883-1916, facilitam a tarefa. Também não esqueça a câmera. A cidade vai despertar o talento de fotográfo em você.

6.1 PARTE 1 -  PLANO E O PORTO

Na parte plana da cidade está o Bairro Portuário: um bom local para começar o nosso roteiro.

A parte mais antiga do Plano é o Barrio El Puerto.

FOTO 20: O porto, na parte plana de Valparaíso – El Plano.

Entre os principais atrativos deste bairro estão:

PLAZA MATRIZ, no coração histórico da cidade, onde fica a Igreja Matriz fundada em 1837, no lugar da antiga capela de 1559;

MUSEO DE HISTÓRIA NATURAL - Fundado em 1878, foi reinaugurado no Palácio Lyon, residência de don Santiago Lyon Santa María, construído, em 1888, em estilo neoclássico francês. O edifício foi declarado Monumento Histórico e Nacional em 1979. Destaca-se a exposição permanente CHILE MARÍTIMO, com flora e fauna do mar chileno. Tem um acervo de cerca de 28 mil peças.

Endereço: Palácio Lyon Condell 1546, Valparaíso. Sítio:  http://www.mhnv.cl/636/w3-channel.html
CONGRESSO NACIONAL - A nova sede é um prédio moderno de 60.000 m² de área, que se destaca da arquitetura local. Foi projetado pelos arquitetos Juan Cárdenas, José Covacevic e Raúl Farrú.

MERCADO PUERTO - Fica próximo da Plaza Echaurren. Ocupa um edifício construído ente 1922 e 1924. No primeiro piso se encontra a feira de verduras e frutas e nos pisos superiores estão os restaurantes. A estrutura do antigo mercado foi danificada pelo terremoto de 2010. Endereço: Calle Cochrane/San Martin.

PLAZA SOTOMAYOR

A plaza Sotomayor é a praça mais importante da cidade e marco referencial de todo o Plano.

FOTO 21: Praça Sotomayor, um dos marcos referenciais mais importantes do Plano, com edifícios importantes no seu entorno.

No entorno da Plaza Sotomayor estão diversas construções históricas como a Estacíon Puerto, Comandancia General de Bombeiros e a Ex Intendência de Valparaiso (inspirado na arquitetura francesa do século 17), hoje a sede da 1ª Zona Naval da Armada do Chile.

FOTO 22: Edifício da Armada do Chile, na Plaza Sotomayor, inspirado na arquitetura francesa do século 17.

Destaca-se na Praça, o Monumento a los Héroes de Iquique em homenagem aos que participaram do Combate Naval de Iquique (21 de maio de 1879), entre Chile e Peru, durante a guerra do Pacífico. Arturo Prat, o comandante chileno foi morto, com a vitória peruana.  Embaixo do monumento há um mausoléu.

Da Plaza Sotomayor saem passeios a pé, que apresentam de forma breve a cidade. Ver: www.tours4tips.bligoo.cl

No entorno da praça há muitas opções de restaurantes.


 
FOTO 23: Monumento aos Heróis da Batalha de Iquique, que lutaram durante a Guerra do Pacífico em 1879.

Veja o tempo estimado (em minutos) da Plaza Sotomayor para chegar aos maiores atrativos da cidade:

Paseo Atkinson (30)
Plaza Victoria (25)
Paseo Gervasoni (25)
Paseo Yugoeslavo (15)
Plazuela San Luiz (30)
Museo a Cielo Aberto (45)
Paseo 21 de Mayo (25) – Museo Naval y Marítimo.

MUELLE PRAT

A poucos metros da Plaza Sotomayor, no sentido norte, você chega até o Muelle Prat, onde você pode visualizar o oceano Pacífico e observar os navios mercantes e de guerra e dezenas de outras embarcações.

FOTO 24: MUELLE PRAT é um lugar lindo onde o colorido dos barcos convidam você a um passeio marítimo.

Construído em 1850, como infraestrutura para o transporte marítimo. Hoje, o Muelle é um dos lugares mais movimentados de Valparaíso. Você pode fazer passeios marítimos, encontrar artesãos e artistas e deslumbrar-se com as vistas do Pacífico. Aí você visita a feira de artesanato e recebe informações na Oficina Turística.


FOTO 25: Quiosques no MUELLE PRAT, cheios de turistas e visitantes que desfrutam das belas vistas.

Várias companhias fazem passeios de barco. Há passeios de 20 minutos e passeios de uma hora em barcos privados.

FOTO 26 – Há muitas opções de passeios turísticos pelo mar que partem do Muelle Prat.



6.2 PARTE 2 - OS CERROS



No sentido leste-oeste você vai encontrar os seguintes Cerros: Cerro Bellavista, Cerro Carcel, Cerro Concepcion&Alegre, Cerro Cordillera, Cerro Santo Domingo e Cerro Artilleria.

CERRO BELLAVISTA

FOTO 27 : Mapa do cerro BELLAVISTA que mostra os principais atrativos turísticos do bairro.

O Cerro Bellavista é um bairro tranquilo e apreciado por artistas que aí construíram suas casas. Tem até uma praça dedicada aos poetas, a Plaza Mena, com esculturas dos poetas chilenos.

FOTO 28 – Praça dos Poetas (Plaza Mena), onde ficam as estátuas do poeta PABLO NERUDA e de outros famosos poetas.

O Bairro tem uma comunidade muito ativa que busca melhorias do lugar. Ao longo da rua Ferrari, onde está a casa do poeta Neruda, você pode observar algumas estruturas para receber os numerosos visitantes que chegam para visitar a casa-museu – La Sebastiana.

Foto 29 – Quiosque de lanches, na Bellavista, observado no caminho da Casa de Neruda.

 
Foto 30 – Conjunto de lojinhas de Artesanato próximo à casa de Neruda.


O poeta Neruda construiu sua instigante casa LA SEBASTIANA, para viver e escrever tranquilo. A casa foi inaugurada em 1961, com uma grande festa, e apelidada La Sebastiana, em homenagem ao seu antigo dono (arquiteto Sebastián Collado) que morreu antes de terminar a construção. Em La Sebastiana, o Poeta criou seus poemas e odes inspiradas no mar e no amor e até dedicou um poema a esta famosa moradia. Veja a ode: http://www.neruda.uchile.cl/obra/obraplenospoderes1.html

FOTO 31:  Entrada da Casa de NERUDA, no bairro Bellavista.


Esta casa, como as demais de Neruda, foi testemunha dos momentos criativos do poeta e oferece um desfrute em todos os sentidos. A decoração possui muitos detalhes, carregada de objetos que refletem sua identidade, colecionados pelo poeta em suas viagens: globos, mapas, marinas, vitrais e outros objetos bem esquisitos.

FOTO 32: Fachada da casa de NERUDA, testemunha dos momentos criativos do Poeta.

FOTO 33: Fachada da casa de NERUDA, construída e decorada com muitos detalhes e cheia de objetos colecionados pelo poeta.

São 5 pisos que oferecem paisagens deslumbrantes da cidade e do Pacífico.  No último piso, está construído o escritório do poeta. Do terraço, Neruda costumava assistir aos fogos de artifício, na chegada do Novo Ano.

Na casa funciona o Centro Cultural La Sebastiana que promove várias atividades culturais, tais como exposições, conferências, recitais de poesias. Para mais informações sobre a Fundação Neruda ver: http://www.fundacionneruda.org/es

FOTO 34: Interior da casa de Neruda com vistas magníficas da cidade de Valparaíso.

Endereço: Rua Ferrari, 692. Para chegar caminhe 800 metros ao longo da via Hector Calvo, a partir do Elevador Espíritu Santo.



MUSEU A CÉU ABERTO (MUSEO A CIELO ABIERTO)

FOTO 35: Mapa do Museu a Céu Aberto, conjunto de murais coloridos no Cerro Bellavista.

Está localizado no Cerro Bellavista. O espaço está composto por 20 murais coloridos, criados entre 1969 e 1973 por estudantes do Instituto de Arte da Universidade Católica.


FOTO 36: Portal do Museu a Céu Aberto, em Cerro Bellavista.

Também possui murais feitos por pintores conhecidos como Nemesio Antúnez e Roberto Matta.

FOTO 37: Painel do Museu a Céu Aberto, no Cerro Bellavista.

Acesso: Ascensor Espíritu Santo.


FOTO 38: Outro painel do Museu a Céu Aberto, no Cerro Bellavista.

 Os cerros Panteón e Cárcel não foram visitados, mas cito algumas informações a seguir, caso você tenha tempo e se interesse em visitá-los.

CERRO PANTEÓN

Neste cerro estão localizados os Cemitérios da cidade: O Cementerio 1,  e o Cementerio 2, onde estão enterrados os imigrantes europeus, que eram protestantes e não podiam ser aceitos no cemitério católico. Segundo as informações turísticas, as vistas são deslumbrantes. Acesso pela via Ecuador.

CERRO CÁRCEL

Está localizado acima do Cerro Panteón. O nome deste Cerro vem da antiga prisão que funcionou até o ano de 1999. No Cerro Cárcel está o Parque Cultural de Valparaíso - Parque Cultural Ex-Cárcel, antiga prisão. O espaço de integração mede 10 mil metros quadrados com um parque de 2,5 ha em seu entorno. Acesso pela Subida Cumming. Ver: http://pcdv.cl/

CERROS CONCEPCIÓN & ALEGRE

São cerros vizinhos, sendo  que o Cerro Concepción é mais baixo e mais turístico. O Concepción é cheio de ruas íngremes ladeadas por casas do século 19, mais conservadas e com fachadas coloridas de metal corrugado (zinco). Aí se concentram os melhores cafés e restaurantes da cidade, além de muitas pousadas charmosas.


FOTO 39: Quadros de artistas retratam os cerros, como este que representa o Cerro Concepción.


Foi nesta área que residiam as comunidades de origem inglesa e alemã da cidade, desde a segunda metade do século 19 até meados do século 20.

Muitos dos restaurantes, cafés e galerias ficam na calle Almirante Montt (continuação da calle Almirante Alexandrino/Rua do Amparo do Cerro Alegre).

FOTO 40: Vias com restaurantes, cafés e galerias em Cerro Concepción.


FOTO 41: Casas coloridas na Rua Almirante Montt, onde funcionam muitos bares, restaurantes e cafés.

ASCENSOR CONCEPCIÓN

É o mais antigo da cidade, foi inaugurado em 1883. Liga a rua Esmeralda, no coração financeiro da cidade, ao Paseo Gervasoni, no Alto.

FOTO 42: Ascensor Concepcion, o mais antigo da cidade, liga o coração financeiro, na parte baixa ao Paseo Gervasoni.

 ASCENSOR EL PERAL

Inaugurado em 1901, conecta a Plaza de Justicia, em frente a Plaza Sotomayor, na parte baixa com o Paseo Yugoeslavo.  

Um outro elevador próximo a cerro Alegre é o Elevador Reina Victoria que conecta a avenida Elias ao Paseo Dimalow.

PASEO ATKINSON

O Mirador Paseo Atkinson é um mirante muito encantador, com casas coloridas e charmosas criando um clima do século passado. A presença de turistas e visitantes é constante. Dali, se observa uma panorâmica espetacular da cidade e do mar.

FOTO 43: Vista do Paseo Atkinson, de onde se observa toda a cidade e o mar.


FOTO 44: Casas coloridas e charmosas no Paseo Atkinson.

 O acesso se dá pelo elevador Concepción. Em cima, siga em frente pela calle Templeman, dobre a esquerda pela Papudo e depois a esquerda pela  Concepción. Outra alternativa: Suba pela escalera Concepción (a partir da rua Esmeralda). Também, você pode pegar um coletivo na Plaza Aníbal Pinto ou subir caminhando pela Calle Almirante Montt.

FOTO 45: O Hotel/restaurante/pub em estilo vitoriano no Paseo Atkinson.


MIRADOR PASEO GERVASONI


Localizado no Cerro Concepción, no local onde estavam os terrenos do Forte Concepción, destinado a defesa da baía contra piratas.


FOTO 46: Vista do Mirador Paseo Gervasoni, antigo local de defesa contra os piratas.

A vista é magnífica, com panorâmica da baía e da cidade de Valparaíso. Alí viveu don Thomás Gervasoni, consul da Itália em Valparaíso.

FOTO 47: Vista do Mirador Paseo Gervasoni, local de um antigo forte.

Este Paseo inspira namorados, artistas e músicos.

FOTO 48: Namorados no Paseo Gervasoni, um lugar especial para namorar.


FOTO 49: Músicos no Paseo Gervasoni, um lugar especial para tocar.

Acesso: Pelo ascensor Concepción, você chega diretamente no Paseo.


MIRADOR PASEO YUGOESLAVO

Situado no cerro Alegre, foi um dos primeiros paseos transformado em mirador. Ele se conecta com o cerro Concepción a partir da calle Montealegre, uma das primeiras a serem ocupadas por construções em 1840. O nome antigo era Paseo Americano.


 
FOTO 50 - Paseo Yugoeslavo, antigo Paseo Americano, possui uma vista privilegiada para toda a baía.

A vista é privilegiada e dominada pelo Palácio Baburizza, com vistas de todo o porto. Este Mirador é considerado um dos melhores locais para se observar o espetáculo de fogos do Ano Novo.

FOTO 51: O Paseo Yugoeslavo, oferece vistas privilegiadas de todo o Porto.

PALÁCIO BABURIZZA

O edifício foi construído em 1916, para a família Zanelli, em estilo art-noveau/art decor. Depois, foi adquirido pelo croata Pascual Baburiza, dono de uma das maiores fortunas do Chile no século 20, que tornou a parte do jardim privado em passeio público. Hoje, o espaço sedia o Museu de Bellas Artes de Valparaíso.

Foto 52: O imponente Palácio Baburizza domina  a vista no Paseo Yugoslavo.
Foto 53: O Palácio Baburizza, em estilo art decor, abriga o Museu de Bellas Artes de Valparaíso.

O edifício é belíssimo e vale uma visita.

Veja mais sobre o museu em: http://www.museobaburizza.cl/


CERRO ARTILLERIA

A ocupação deste cerro tem origem no Quartel de Artilharia. Os principais pontos de interesse são: Museo Naval y Marítimo de Chile (Antigua Escuela Naval), Paseo 21 de Mayo e o Ascensor Artilleria.

FOTO 54: Belíssima vista do porto a partir do Cerro Artilleria.

As vistas do alto são magníficas, com uma panorâmica de todo o porto.

FOTO 55: O Porto e o Muelle Prat, visto do Mirador Paseo 21 de Mayo.

A seguir estão os principais pontos de interesse deste cerro.


ASCENSOR ARTILLERIA

Faz a ligação entre a Plaza Wellright, na parte baixa e o Paseo 21 de Mayo, na parte alta.  O elevador foi inaugurado em 1983.

FOTO 56: Prédio da Aduana na Plaza Wellright, próximo do acesso ao Mirador 21 de Mayo e ao Museu Naval e Marítimo.

MIRADOR PASEO 21 DE MAYO

FOTO 57: Vista do Paseo 21 de Mayo, próximo a feirinha de artesanato.

O Paseo 21 de Mayo é um dos principais mirantes da cidade, talvez o que oferece as panorâmicas mais deslumbrantes de toda a cidade, em frente ao porto de Valparaíso.

No Paseo há uma feirinha variada com várias barracas de artesanato.

MUSEU NAVAL E MARÍTIMO (MUSEO NAVAL Y MARÍTIMO)

O Museu funciona na antiga escola naval, um edifício monumental (1884 – 1893).

FOTO 58: O Museo Naval e Marítimo, funciona na antiga escola naval, edifício monumental do século 19.

Muito do espaço de exposição está dedicado as vitórias do Chile na Guerra do Pacífico. Abriga uma coleção de mais de 3.000 objetos, a maioria do século 18, a exemplo de pinturas históricas, réplicas de embarcações, uniformes, mobiliário de navio, armamentos como espadas, instrumentos de navegação e medalhas. Também apresenta uma coleção de documentos e bibliografias que contem mais de 30.000 volumes.

FOTO 59: Vitrais no museu Marítimo expõem motivos náuticos e retratos dos heróis da história naval do Chile.

Acesso pelo Paseo 21 de Mayo.

Quer saber mais sobre os Miradores Paseos de Valparaíso?




7.       ROTEIRO E PRINCIPAIS ATRATIVOS DE VINA DEL MAR


Valparaíso e Vina del Mar são cidades tão próximas, mas possuem identidades tão distantes. Vina é quase o oposto de Valparaíso, organizada, um balneário clássico e cheia de jardins.

Vina é uma cidade planejada, ao sul do rio Marga Marga está o centro da cidade, parte mais antiga com mansões, a igreja principal e a Plaza José Francisco  Vergara, ponto central.  Próximo, fica o Teatro Municipal e o parque Quinta Vergara.

A parte mais moderna e residencial da cidade fica ao norte do estuário. Na Avenida San Martin estão os edifícios modernos.

FOTO 60 - Panorâmica de Vina del Mar, a capital do Turismo Nacional.

Vina foi fundada em 1874 e transformou-se no destino de praia favorito dos chilenos. Oferece uma boa infraestutura para o grande fluxo de visitantes durante o verão a exemplo de áreas para esportes náuticos, hotéis e gastronomia.

Viña del Mar é a capital do turismo nacional. Diversos eventos atraem visitantes, como o festival de canção hispano-americano - Festival de la Canción de Viña del Mar, que acontece em fevereiro e o Festival Cine de Viña del Mar, em novembro.

Se você tem pouco tempo, vale passar uma tarde ou dia em Vina. Passamos uma tarde na cidade e fizemos um passeio na área central, até o Cerro Castillo.

Foto 61 : Vina del Mar, vista do alto do Monte Castillo.

Para se orientar veja o mapa de Vina, e siga o nosso roteiro:


A avenida Espana, se transforma em Alvarez e Vianna, na chegada a Vina. A calle Valparaíso é paralela a esta via principal. O rio (estero) Marga Marga também corre paralelo a esta via. No sentido perpendicular, iniciando na praça Vergara, está a Avenida Libertad.

As ruas e quadras são planejadas de acordo com a avenida Libertad (que corre de norte a sul): as ruas paralelas à avenida Libertad a oeste (em direção ao mar) são chamadas de Poniente 1, 2, 3... e as do lado leste da avenida, são chamadas de Oriente 1, 2, 3... E as que cruzam a avenida são chamadas de Norte 1, 2, 3...

O nosso roteiro começou na Plaza Vegara, que no momento estava fechada para obras. Daí, caminhamos pela rua Valparaíso, no sentido longitudinal até a orla. A avenida é via de pedestres e uma das principais ruas de comércio da cidade. Uma ótima e diversificada galeria e centro comercial é o Paseo del Mar, na Calle Valparaíso nº 554.


FOTO 62: Rua Valparaíso, uma das principais ruas comerciais, que começa na Plaza Vergara.

Foto 63: A Galeria Paseo del Mar está localizada na rua Valparaíso.


No final da Valparaíso, subimos o monte Cerro Castillo, onde está um conjunto de casas do século passado de grande diversidade e riqueza arquitetônica, com destaque para o Palácio Presidencial de Cerro Castillo, residência de verão do presidente da república. Você pode fazer um circuito de 1,6 km, com início no Paseo Mirador Jorge Alessandri, que visita 10 atrativos.

Foto 64: Subindo o Cerro Castillo, um dos miradores da cidade de Vina.

No alto, do mirante, você terá uma panorâmica maravilhosa das praias.

Foto 65: Enfim, chegando ao topo do Cerro Castillo.


Foto 66: Vista de Vina a partir do Mirador Jorge Alessandri, em Cerro Castillo.


Vale uma caminhada!

Entre os principais atrativos de Vina del Mar estão:

PLAZA VERGARA

Plaza Vergara, localizada na Avenida Valparaíso, a cerca de 200 metros a oeste do terminal de ônibus. Esta praça, coração do centro da cidade, pode ser o ponto de partida do passeio. O centro é composto praça e a pela Avenida Libertad, que se estende ao norte, cruzando o riacho Marga Marga, que corta longitudinalmente a cidade, para desembocar no Pacífico.

Foto 67: Calle Valparaíso no seu trecho inicial, ao fundo a plaza Vergara, fechada para reforma.

  
CASINO DE JUEGOS

Um dos mais tradicionais do Chile, localizado no início da Av. Perú, uma via que leva a uma das praias mais famosas da cidade: Acapulco, rodeada de altos edifícios.

CASTELO WULFF

O Castelo foi construído (estilo franco-germânico) em 1906 pelo alemão Gustavo Wulff, empresário, sobre uma fundação de rochas que fica na beira do mar. Em 1920 foi adicionada uma torre e um piso transparente que permite ver as rochas e o mar abaixo da construção. Já abrigou varias funções como Museo Naval y Marítimo, Museo de la Cultura del Mar.  Hoje é sede diversas instituições do governo e da municipalidade, além de abrigar exposições itinerantes.

Endereço: Av. La Marina, 36

Outros lugares de destaque em Vina são:

RELÓGIO DE LAS FLORES, postal da cidade, em frente a Caleta Abarca. Tem mais de 50 anos.

Foto 68: O Relógio de las Flores, principal cartão postal da cidade tem mais de 50 anos.


QUINTA VERGARA, antiga mansão da família fundadora da cidade, foi transformada no museu de Bellas Artes (calle Errázuriz com Eduardo Grove). É vizinha ao espaço que abriga o festival da Canção.

MUSEU FONK (1937) tem como principal destaque a coleção de objetos arqueológicos e etnográficos relacionados à Ilha de Páscoa, incluindo um moai original (estátua rapa nui) no jardim – um dos dois únicos no mundo fora da Ilha. Também abriga exposições permanentes de outras áreas do Chile.

Endereço: Cuatro Norte, 784


Se ainda tiver tempo, visite a PRAIA DE REÑACA, balneário frequentado pelos ricos, a cerca de 7quilômetros ao norte. O lugar é bem organizado e limpo, com calçadões e jardins. A praia possui muitos hotéis e outros tipos de hospedagem, além de muitos lugares para comer e comprar. Seus prédios em forma de degraus com jardins é uma característica de sua arquitetura.


9.       MEUS FAVORITOS


Prato: Caldillo de Congrio
Edificação: La Sebastiana
Vista: Paseo 21 de Mayo
Cerro: La Concepción
Ascensor: Concepción
Espaço na orla: Muelle Prat
Barrio: El Puerto


10.       CONCLUSÃO


Valparaíso encanta pela expontaneidade, desordem e surpresas. A maravilhosa paisagem social e urbana respira cultura e mar. O quadro observado com sua pitoresca arquitetura e ascensores tendo o mar ao fundo vale uma visita.

Até a vista na PATAGÔNIA CHILENA.

Abraço,


Antonia Santamaria


Nenhum comentário:

Postar um comentário